cultura maker - escola portal objetivo

Cultura maker na escola: O que significa, importância e atividades aplicadas

Cultura maker na escola. Você sabe o que isso significa? Está por dentro dessa tendência educacional que está ganhando as instituições de ensino de todo o mundo?

Se a sua resposta foi não, estamos aqui para lhe apresentar.

Nesse artigo, vamos apresentar mais informações para você entender o que é cultura maker, como ela é aplicada, qual é a sua importância dentro do ambiente escolar e como a Escola Portal Objetivo está aplicando esse conceito junto aos alunos.

Preparado para abrir novas perspectivas sobre as formas de ensinar e agregar novos conteúdos às crianças e adolescentes?

Então, venha conosco entender mais sobre cultura maker na escola e seus impactos positivos. 

  • O que é cultura maker
  • Qual o papel do movimento maker no aprendizado
  • Qual o potencial da cultura maker na escola?
  • Como a Escola Portal Objetivo aplica a cultura maker?

O que é a cultura maker?

maker space Portal

A cultura “maker” ou movimento maker tem como finalidade principal o estímulo ao aprendizado por meio de uma filosofia “faça você mesmo”, muito disseminada com a sigla DIY, do inglês do it yourself.

A cultura incentiva o aprendizado na prática, manual, concentrando os esforços intelectuais na criação, modificação e conserto de objetos. 

Ela parte do princípio que todos nós somos capazes de criar coisas e aprender muitos valores com esse tipo de atividade, como por exemplo:

  • o raciocínio lógico;
  • a identificação de problemas;
  • a habilidades de trabalho em grupo;
  • e até noções de coordenação de projetos. 

A teoria é de entusiastas de renome, como é o caso do ex-Presidente Norte Americano Barack Obama

Segundo Obama, o apoio ao movimento maker é a chave para o desenvolvimento de uma nova revolução industrial e de mercado!

Qual o papel do movimento maker no aprendizado? 

Por mais que seu papel tenha relações com o desenvolvimento da criatividade e do raciocínio, a grande tarefa da cultura maker é fazer do aluno o protagonista de seu próprio desenvolvimento intelectual.

Isso é feito por meio de atividades que o desafiam a pensar e que servem de estímulo para uma ampliação cognitiva que envolve a criatividade e a solução de problemas.

Atividades assim, são também muito estimuladas no universo corporativo nos dias de hoje por meio de teorias como Design Thinking, por exemplo. 

Outro ponto interessante: o movimento maker traz para uma linguagem menos teórica a conteúdos que são fundamentais.

Por exemplo, se torna muito mais fácil aprender matemática e física colocando-as na prática do que apenas lendo números e fórmulas em um quadro.

A cultura maker é multidisciplinar e impacta, principalmente, o conjunto de disciplinas chamado de STEAM:

  • Science (Ciências);
  • Technology (Tecnologia);
  • Engineering (Engenharia);
  • Arts (Artes);
  • Mathematics (Matemática). 

Por meio de atividades elaboradas, como programação de jogos, robótica e dinâmicas de solução de problemas, os alunos ganham bagagem intelectual perene, construída com prática, diversão, raciocínio e criatividade. 

Qual o potencial da cultura maker na escola?

maker space Escola Portal 2

De acordo com uma pesquisa desenvolvida pelo brasileiro Paulo Blinkstein, professor e pesquisador do MIT (EUA), o aprendizado na prática gera resultados mais assertivos para os alunos.

O experimento que consistiu em dividir alunos em dois grupos. 

primeiro grupo entrou em contato com uma tarefa na bancada de um laboratório e, sem saber nada sobre aquilo, tentou buscar soluções na prática com base no que acreditavam ser o mais certo. Em seguida, eles foram apresentados a um vídeo com instruções de desenvolvimento da tarefa. 

segundo grupo, experienciou o contrário, assistiu ao vídeo primeiro e depois tentou realizar a tarefa. 

O resultado foi superior no primeiro time, aqueles que buscaram entendimento na prática antes da teoria. 

A performance, segundo o estudo do professor, foi 30% superior. 

A escola, como uma instituição de ensino preocupada com seus alunos e como uma empresa que deve buscar diferencial competitivo dentro do mercado, não pode negar a ascensão dessa filosofia de aprendizado. 

guia bilíngue bannerPowered by Rock Convert

As melhores escolas são aquelas que estão na busca constante por atividades e pedagogias que beneficiem o aluno. 

Atualmente, a forma como a sociedade se desenvolve é dinâmica, inclusive com muito estímulo ao “faça você mesmo”, faz com que seja necessário buscar atividades que privilegiem o protagonismo dos alunos. 

O potencial do movimento maker para o ensino de crianças, adolescentes e jovens adultos é imenso, principalmente por ser uma cultura ampla e capaz de englobar diferentes disciplinas, conhecimentos e assuntos. 

Junto com o conhecimento, vem o desenvolvimento da proatividade, da autonomia e do espírito crítico, e tudo isso é fundamental para cumprir o papel da escola, que é de formar cidadãos preparados para os desafios da vida adulta. 

Em termos de diferenciais, a escola pode começar com projetos bem interessantes, tais como:

1) Programação

programação - Escola Portal

Noções de linguagem de programação estão se tornando cada vez mais requisitadas, ainda mais em um contexto social altamente tecnológico como o nosso. Já existem até cursos de programação para crianças, tamanha a importância desse assunto. 

O ensino de programação abre um grande leque de possibilidade de criação e desenvolvimento da lógica e do raciocínio.

2) Eletrônica e automação

Assim como linguagem de programação, noções básicas de eletrônica e automação são importantes para despertar o raciocínio, a criatividade e a solução de problemas.

O uso de kits Arduino (plataforma de prototipagem eletrônica) é algo bastante interessante, e não se trata de nada muito caro. 

3) Desenvolvimento de aplicativos

É possível desenvolver aplicações simples de celular utilizando conhecimentos de tecnologia, programação e eletrônica. Tudo isso pode ser posto em prática na cultura maker.

Em um mundo cada vez mais conectado via mobile, por que não usar dessa realidade a favor da aprendizagem?

4) Uso de impressoras 3D em projetos

Elas estão se tornando cada vez mais acessíveis e são ótimas ferramentas para despertar a curiosidade, estimular o aprendizado e transformar o jeito de aprender e colocar o conteúdo em prática. 

Como a Escola Portal Objetivo aplica a cultura maker?

realidade virtual maker space

Nossa escola está em sintonia com o futuro e com a inovação necessária para o setor educacional. Aqui na Escola Portal Objetivo, adaptamos a cultura maker na rotina dos alunos de diferentes maneiras.

A primeira é em sala de aula, adaptando conteúdos “tradicionais” junto aos educadores e analisando as oportunidades de aplicar atividades práticas e de estímulo ao protagonismo do aluno em seu aprendizado. 

Desde a educação infantil até o ensino médio, os alunos estão recebendo aportes teóricos envolvendo projetos encubados dentro da cultura maker para transformar a forma de aprendizado e gerar ainda mais valor no tempo que eles passam dentro da escola. 

A estrutura da Escola Portal Objetivo engloba um laboratório onde a criatividade é o principal ingrediente. Em nosso Maker Space, são desenvolvidos cursos e programas educacionais, que são abertos aos alunos e também ao público externo. 

Um excelente exemplo de como o Maker Space desenvolve nossos alunos pode ser visto no vídeo abaixo, onde nosso aluno Henrique conta sua experiência com esse diferencial da Escola Portal Objetivo:

Entendemos que não devemos limitar apenas aos alunos a possibilidade de ter contato com novas formas de aprendizagem, por isso, fomentamos a participação de todas as crianças e adolescentes, para que mais e mais pessoas sintam na pele a diferença trazida por uma educação que enaltece a prática e o desenvolvimento da autonomia. 

Acreditamos no potencial da cultura maker e buscamos desenvolver mais e mais atividades com essa filosofia. 

Como uma instituição de ensino que há anos se encontra entre as mais conceituadas de Sorocaba e região, sabemos que nosso papel é trazer inovação e oferecer aos pais e mães a nossa perspectiva sobre o que é uma educação ampla e de qualidade.

A cultura maker na escola representa o futuro da educação

Uma filosofia capaz de trazer disrupção a um antigo modelo educacional muito centrado em teoria e com pouca valorização da prática e da autonomia. 

Instituições de ensino devem se modernizar, tentar acompanhar a evolução social e intelectual do universo que a rodeia, por isso, aqui na Escola Portal Objetivo, a cultura maker foi uma “aquisição” muito bem-vinda em nossa proposta pedagógica.

Quer saber mais sobre o que a Escola Portal Objetivo faz em prol da cultura maker ou está interessado em conhecer mais sobre nosso Maker Space? 

Entre em contato conosco e agende uma visita! Será um prazer auxiliar você na compreensão do que há de mais inovador para a educação do seu filho! 

Quer receber mais conteúdos sobre educação de bebês e crianças?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.