high school no brasil

High School no Brasil: Como funciona, Requisitos e Equivalências

Muitos pais desejam dar aos filhos um futuro com possibilidades amplas, que incluem até a oportunidade de estudar e de qualificar seu diploma para trabalhar fora do Brasil. 

Há muito tempo o intercâmbio para realização do High School norte-americano é uma solução para internacionalizar o currículo escolar dos adolescentes.

Contudo, o alto valor do dólar, os desafios de morar fora de casa e a necessidade de encontrar uma boa escola nos EUA traz obstáculos e uma certa insegurança para os pais e até mesmo para os jovens.

Por essa razão, instituições de ensino oferecem o High School no Brasil

Trata-se de um novo modelo curricular para o ensino médio, que serve tanto para o nosso país quanto para os EUA.

Os alunos que fazem High School no Brasil saem certificados para buscar boas oportunidades mundo afora, inclusive nas principais universidades dos Estados Unidos. 

Confira mais sobre como funciona este modelos escolar e quais são as principais vantagens. 

O que é o High School no Brasil?

O High School é o equivalente norte-americano ao nosso ensino médio. É a última fase escolar obrigatória dos Estados Unidos, frequentada por alunos entre 15 e 18 anos

Assim como acontece com o ensino médio, completar o High School é essencial para finalizar a grade curricular básica e para ter acesso ao ensino superior.

O High School no Brasil nada mais é do que um modelo educacional que contempla tanto a grade curricular brasileira (indispensável para finalizar o ciclo escolar básico) quanto a norte-americana. 

São ciclos alternados de conteúdos. Os alunos seguem o regimento escolar brasileiro e, ao mesmo tempo, complementam sua formação com as matérias que são oferecidas nos EUA, todas ministradas em inglês. 

Com isso, o adolescente sai com um diploma de dupla validade, que certifica a conclusão do ciclo básico nos moldes exigidos pelo MEC e com validade perante as autoridades educacionais dos Estados Unidos. 

Este modelo permite que os jovens obtenham um diploma que vale aqui e nos EUA, o que abre as portas para uma carreira internacional e potencializa as chances nas principais universidades norte-americanas.

Além desse importante detalhe, quem faz o High School no Brasil consegue ter acesso às experiências oferecidas pelas escolas norte-americanas sem a necessidade de fazer um intercâmbio, tampouco custear o ensino em dólares, que está se tornando cada vez mais desafiador (já que a cotação do momento está acima de 5 reais para 1 dólar).

Como funciona o High School brasileiro?

As escolas que oferecem High School no Brasil, como a Escola Portal, precisam da validação de uma instituição norte-americana. 

Somente com uma parceria firmada com uma instituição de ensino dos EUA é possível oferecer um currículo que realmente dê validade para o diploma. 

No caso da Escola Portal, o controle de qualidade do High School é feito pela Griggs International Academy, que é vinculado à conceituada Andrews University, localizada no estado de Michigan.

Em relação ao ano escolar, ele fica dividido entre o ciclo básico brasileiro e o ciclo do High School. 

As matérias que não são contempladas na grade nacional são oferecidas em períodos complementares e são ministradas em inglês.

Os principais objetivos do High School norte-americano oferecido nas escolas brasileiras são:

  1. Aprimoramento intenso da proficiência na língua inglesa;
  2. Oferecer um diploma que dá mais competitividade no mercado de trabalho;
  3. Fornecer aos alunos uma formação que facilita o ingresso deles em universidades norte-americanas.

Como funciona a equivalência dos anos escolares?

Uma das dúvidas mais recorrentes dentre os pais e alunos que desejam ingressar no High School reside justamente na fórmula de encontrar o ano escolar equivalente

Matérias complementares

As grades curriculares do Brasil e dos Estados Unidos têm muitas matérias em comum, contudo, alguns conteúdos ministrados lá não fazem parte da nossa grade e vice-versa. 

guia bilíngue bannerPowered by Rock Convert

Para alinhar os currículos de ambos os países, os alunos precisam cursar disciplinas adicionais. 

Certos assuntos pertencentes à grade curricular dos norte-americanos são abordados dentro de matérias que os alunos já conhecem, como história, artes e literatura. A grande diferença é que essas disciplinas são baseadas na realidade dos Estados Unidos. 

Além de conteúdos acrescidos em matérias “tradicionais”, certos temas são totalmente inovadores para os estudantes brasileiros, como economia e legislação

Vale dizer que essas matérias destacadas acima são parte do currículo básico. As escolas que oferecem High School no Brasil podem ainda adicionar pacotes de disciplinas extracurriculares, como gastronomia, mecânica, teatro e muito mais. 

Qual é o nível de inglês necessário para fazer um High School no Brasil?

Todas as aulas do programa de High School são dadas no idioma nativo por professores fluentes em inglês

Por conta desse detalhe, o ensino bilíngue e o estudo complementar do idioma são essenciais para um bom desempenho, assim como acontece em qualquer programa de intercâmbio. O nível mínimo de domínio do inglês exigido para o High School é o intermediário (B1). 

Veja também: [GUIA] Ensino Bilíngue: como funciona e quais são os benefícios para o seu filho.

Um dos objetivos principais é o aprimoramento no domínio da língua inglesa em todos os seus espectros, contudo, para que o programa seja bem aproveitado pelo aluno exige-se um domínio intermediário do inglês. 

Os coordenadores pedagógicos devem avaliar a proficiência dos candidatos para determinar se eles serão capazes de acompanhar as disciplinas. 

Esse acompanhamento deve ser feito com constância para mensurar a evolução dos estudantes durante o programa, já que o objetivo do High School no Brasil é preparar o aluno para se candidatar às vagas nas universidades norte-americanas. 

Como é feita a validação do currículo?

Para que o High School no Brasil seja validado, é preciso mais do que apenas a conclusão das disciplinas por parte do aluno. 

O histórico escolar é enviado para análise da instituição de ensino norte-americana parceira, que avalia o desempenho e valida a conclusão. 

Vale a pena fazer High School no Brasil?

Para os alunos que desejam trilhar caminhos internacionais quando atingirem a idade adulta, o High School se apresenta como um programa extremamente viável perante as vantagens que ele oferece.

O aluno graduado no ensino médio brasileiro e no High School pode se candidatar às vagas oferecidas pelas principais universidades norte-americanas, muitas delas consideradas centros de excelência mundiais. 

E não são apenas as universidades dos Estados Unidos que aceitam o currículo do país. Existem diversas instituições de ensino superior que possuem convênios com o governos dos EUA para facilitar o ingresso dos alunos em suas salas de aula. 

Além de abrir uma oportunidade muito proveitosa para os alunos, o High School no Brasil é uma maneira de oferecer uma formação diferenciada, que contempla mais do que a proficiência na língua inglesa e fornece uma verdadeira imersão em uma cultura totalmente diferente da nossa.

O High School da Escola Portal

Com validação de qualidade pela Griggs International Academy, o High School da Escola Portal é um programa de excelência que oferece ao aluno a oportunidade de emitir um diploma de ensino médio válido no Brasil e nos Estados Unidos. 

Durante sua jornada de conhecimentos, os adolescentes passam por um processo intenso de vivência do modelo norte-americano de ensino.

Isso significa que, além das aulas tradicionais, os alunos terão seus currículos complementados com aulas focadas na realidade socioeconômica e cultural dos Estados Unidos.

O High School do Portal tem uma estrutura ampla que conta com:

  1. Laboratórios de ciências e informática;
  2. Ginásio poliesportivo, piscina semi-olímpica e estrutura para prática de diversas modalidades;
  3. Ateliê de artes e auditório para eventos;
  4. Cozinha experimental para aulas de gastronomia;
  5. Infraestrutura completa de alimentação e enfermaria.

Para melhor compreender o processo de evolução dos nossos alunos, confira abaixo o depoimento da Gisele, mãe da Júlia Katharina, aluna do High School da Escola Portal:

Se você quer descobrir mais sobre o High School oferecido pela Escola Portal, acesse nosso site e cadastre-se para tirar dúvidas com a nossa equipe!

Quer receber mais conteúdos sobre educação de bebês e crianças?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.